O Que é Esse Tal de Xilitol?

Estamos vivendo em um enorme crescimento de pessoas que apresentam algum tipo de distúrbio no metabolismo e a necessidade em consumir produtos mais saudáveis com menos açúcar. Alguns centros de pesquisa nacionais e estrangeiros têm tentado encontrar um substituto do açúcar que seja, ao mesmo tempo, nutritivo e benéfico para a saúde.

O maior desafio dos especialistas é encontrar um adoçante perfeitamente capaz de substituir a sacarose (açúcar branco) que tanto faz mal a nossa saúde.

Com resultado da pesquisa foi descoberto o xilitol, encontrado em pequenas quantidades na natureza, em frutas, legumes e verduras. Em metabolismo normal existe também a fabricação de xílitol.

Sua extração vem das árvores como a bétula, mas ele pode ser feito pelo processo industrial que transforma a fibra vegetal xilana em xílitol.

O xílitol é uma substância hibrida entre o álcool e o açúcar, tem a capacidade de estimular os nossos receptores de açúcar na língua, ou seja, dar o sabor doce.

A sua aparência e textura lembra muito o açúcar branco, o que diferencia o xílitol é a sua quantidade calórica onde acreditam chegar até 40% menos que o açúcar convencional.

A sua inferioridade está por ser um produto refinado, não possui proteínas, vitaminas e nem minerais, sua composição é por calorias vazias.

Para aqueles que amam o sabor doce que o açúcar refinado entrega, o xilitol é o que mais aproxima em sabor com o açúcar, facilitando assim sua adaptação.

Se você deseja fazer mudanças de hábitos, o xílitol é uma ótima substituição, devido ter menos calorias e consta com índice glicêmico menor. Ou seja, cai lentamente na corrente sanguínea e não estimula muito o pico de insulina no sangue.

Agora cuidado nas quantidades excessivas do xílitol. Acima de 50g por dia pode ter efeito laxante, inflama o intestino e por fim acaba matando a flora intestinal boa. Esse efeito é provocado se ingeridos em grandes quantidades, como é o caso dos sucos, por exemplo.

Pesquisas recentes revelaram que o xílitol pode provocar a infertilidade masculina e feminina, nesse caso não é aconselhável o uso do mesmo.

Aí você deve estar se perguntando! Sei que posso utilizar em sucos, cafés e chás e nos pães e bolos?

Sim, o xilitol é seguro como um ingrediente alimentar em geral.

Conheça as 400 receitas mais deliciosas que vão ajudar em sua dieta clique aqui e saiba mais

O xilitol também possui várias aplicações clínicas, sendo indicada para tratar diabetes, desordem no metabolismo de lipídeos, e lesões renais e parenterais, bem como para prevenir otite, infecções pulmonares e osteoporose.

 Apesar de alguns estudos ainda estarem em andamento, os resultados até agora obtidos já permitem uma análise global dos benefícios da administração de xilitol para pacientes com diversos tipos de patologias.

Segundo os mesmos autores, em uso moderado por dia de xilitol combate a osteoporose, estimulando a absorção de cálcio pelo intestino e facilitando sua passagem do sangue para os ossos.  Visando promover a prevenção à osteoporose, além de ser bem tolerada pelo organismo.

 

O xilitol é bastante defendido pelos dentistas. Já houve muitas pesquisas e experiências em laboratórios, e todas foram benéficas para o seu uso em produtos odontológicos.

 Os especialistas descobriram também que o xilitol não prejudica os dentes, é resistente ao metabolismo por bactérias bucais, quebram açúcares e amidos para produzir ácidos que podem levar à formação de cáries. Portanto, não é cariogênico.

É por esse um dos motivos que goma de mascar, doces, balas, guloseimas, alguns produtos para diabetes contém xilitol.

A desvantagem é que mascar produz insulina no corpo, por mais que você não esteja ingerindo nenhum alimento seu pâncreas acredita que vem alimento e começa a liberar a insulina desnecessariamente. O aumento da insulina causa o envelhecimento precoce, inflamação e obesidade.

Quanto menos o nosso corpo produzir insulina melhor.

Umas as propriedades mais relevantes é que o xilitol é determinado pela não fermentação por bactérias, tornando a flora bucal limitada com a redução da concentração de bactérias.

As pessoas que substituíram o açúcar por xilitol mostram que a salivação é estimulada pelo agradável sabor do adoçante e que, uma vez aumentada à quantidade de saliva, aumenta também a quantidade de mineral nela presente. 

RESUMO:

Se para você ainda é difícil deixar definitivamente o açúcar da sua alimentação o xilitol é uma ótima opção para começar, devido ter bem menos calorias que o açúcar convencional e uma série de malefícios que o refinado pode trazer em longo prazo.

Pode ser encontrado facilmente em lojas de produtos orgânicos e naturais.

Porém o ideal e sem sombra de duvida é ir se acostumando com o sabor de cada alimento no seu gosto natural.

Quer mais dicas veja também nosso post ERITRITOL Não Compre Antes de Ler Esse Artigo!

Um grande abraço da  Amandinha 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *